restaurar

Rio Paraná

Tonico e Tinoco

Paraná, correndo sempre, vem descendo a cabeceira, rolando terra vermeia, cavando praia de areia. Rola espuma, rio grande, vem e sarta a cachoeira. (bis) Ai, barranca do Rio Paraná, ai, barranca do Rio Paraná. Vivi na beira de rio, não conheço outro lugar. Eu e ele é um desafio, pra ver quem mai vai durar. Rola espuma, rio grande, rola o rio Paraná. (bis) Ai, barranca do Rio Paraná, ai, barranca do Rio Paraná. Deste rio eu tiro peixe, desse rio eu tiro canto. Ai, meu rio, não me deixe, és a água do meu pranto. Sou o barro do barranco, sou irmão do Paraná. (bis) Ai, barranca do Rio Paraná, ai, barranca do Rio Paraná.

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.