restaurar

Parada Dura

Trio Parada Dura

Alô moçada, abre alas estou chegando Estou sempre viajando e não tenho paradeiro Eu sou nascido no grande estado de Minas E não tenho nada que domina o coração de um mineiro. O meu Brasil de norte a sul eu já andei Nos lugares que passei já fiz uma confusão Sou violeiro levo a vida a cantar Se alguém quiser brigar pode vir que sou dos bons. Um dia eu cheguei numa festança De cara entrei na dança, já foi com má intenção Quando eu dançava todo mundo eu empurrava Só pra ver se eu encontrava por ali um valentão. Olhei pra trás vi dois cabras bem armado Vinham vindo pro meu lado querendo me agarrar Eu agachei, logo dei uma rasteira Joguei eles na poeira e continuei a dançar. E, é assim minha gente que eu faço no lugar Por onde passo quero ver alguém passar Meus inimigos não venham no meu caminho Por que nela tem espinho e alguém pode espinhar. Eu sou mineiro, meu nome é Parada Dura Gosto de noite escura, sou pior que lampião Já matei cinco e joguei no esbarrancado No dia santificado, sexta-feira da paixão.

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.