Imagem de Fundo
página inicialv

Vicente Celestino

Monólogo da Música O Ébrio

  add
  ouvir
Nasci artista. Fui cantor. Ainda pequeno levaram-me
para uma escola de canto. O meu nome, pouco a pouco,
foi crescendo, crescendo, até chegar aos píncaros da
glória. Durante a minha trajetória artística tive
vários amores. Todas elas juravam-me amor eterno, mas
acabavam fugindo com outros, deixando-me a saudade e a
dor. Uma noite, quando eu cantava a Tosca, uma jovem da
primeira fila atirou-me uma flor. Essa jovem veio a ser
mais tarde a minha legítima esposa. Um dia, quando eu
cantava A Força do Destino, ela fugiu com outro,
deixando-me uma carta, e na carta um adeus. Não pude
mais cantar. Mais tarde, lembrei-me que ela, contudo,
me havia deixado um pedacinho de seu eu: a minha
filha. Uma pequenina boneca de carne que eu tinha o
dever de educar. Voltei novamente a cantar mas só por
amor à minha filha. Eduquei-a, fez-se moça, bonita...
E uma noite, quando eu cantava ainda mais uma vez A
Força do Destino, Deus levou a minha filha para nunca
mais voltar. Daí pra cá eu fui caindo, caindo,
passando dos teatros de alta categoria para os de mais
baixa. Até que acabei por levar uma vaia cantando em
pleno picadeiro de um circo. Nunca mais fui nada.
Nada, não! Hoje, porque bebo a fim de esquecer a minha
desventura, chamam-me ébrio. Ébrio...

Knorstjonas

Reportar Letra Repetida | Corrigir? Letra enviada por Knorstjonas em 3/18/2009

Envie sua tradução!Traduzida para Inglês por ninguém

Envie sua tradução!Traduzida para o Espanhol por ninguém

 Reportar letra repetida Corrigir letra errada

140 caracteresO que você acha dessa música?

 

 

Músicas de Vicente Celestino

Ordenar por: mais acessadasordem alfabética

buscarNão achou?

 colabore enviandoA música não está no site?

Quem ouviu este artista

de Elizabeth Você sabia?

Em 1903, Vicente Celestino participou do coro infantil da ópera "Carmen" (Georges Bizet), no Teatro Lírico e, notado pelo tenor italiano Enrico Caruso, recebeu convite para ir estudar canto na Itália, mas seu pai recusou-lhe autorização.

ver outras curiosidadesenvie uma

Biografia

Vicente Celestino Carioca, começou cantando para amigos e vizinhos, e aos poucos foi se tornando conhecido no bairro. Assistia às companhias líricas que se apresentavam no Rio de Janeiro e tinha Enrico Caruso entre seus grandes ídolos. Aos 20 anos estreou profissional...

ver biografia completa

Wallpapers

Envie um Wallpaper de Vicente Celestino e ganhe pontos! Clique aqui. achar ver top wallpapers enviar um wallpaper

Enquete

Ganhe pontos!

outras enquetes

Atualizações

ro1000doro1000do se cadastrou no site

nanda15nanda15 se cadastrou no site

kikiu_1kikiu_1 entrou no fã-clube de Pablo E Grupo Arrocha

kikiu_1kikiu_1 se cadastrou no site

lourivalpaslourivalpas se cadastrou no site

petrikypetriky se cadastrou no site

tianastianas se cadastrou no site

McLudmillaMcLudmilla enviou um recado para McLudmilla

McLudmillaMcLudmilla se cadastrou no site

enjoadoenjoado se cadastrou no site

miqueiasmikmikmiqueiasmikmik se cadastrou no site

lainnilainni se cadastrou no site

SpillSpill enviou um recado para Letras

SpillSpill se cadastrou no site

Diego_SilvaDiego_Silva se cadastrou no site

jorgeececiliajorgeececilia se cadastrou no site

LuizasmotaLuizasmota se cadastrou no site

Ribas13Ribas13 enviou um recado para o fã-clube de Emicida

Ribas13Ribas13 entrou no fã-clube de Emicida

Ribas13Ribas13 se cadastrou no site

cadastre-se