restaurar

Aula De Piano

Vinicius de Moraes

Depois do almoço na sala vazia A mãe subia pra se recostar E no passado que a sala escondia A menininha ficava a esperar O professor de piano chegava E começava uma nova lição E a menininha, tão bonitinha Enchia a casa feito um clarim Abria o peito, mandava brasa E solfejava assim: Ai, ai, ai Lá, sol, fá, mi, ré Tira a não daí Dó, dó, ré, dó, si Aqui não dá pé Mi, mi, fá, mi, ré E agora o sol, fá Pra lição acabar Diz o refrão quem não chora não mama Veio o sucesso e a consagração Que finalmente deitaram na fama Tendo atingido a total perfeição Nunca se viu tanta variedade A quatro mãos em concertos de amor Mas na verdade tinham saudade De quando ele era seu professor E quando ela, menina e bela Abria o berrador Ai, ai, ai, Lá, sol, fá, mi, ré