restaurar

Apartheid (cotia)

Abadá Capoeira

Antigamente o negro era acorrentado vivia escravizado sem ter paz na sua vida E de repente acabava a escravidão o negro é solto em liberdade sem ter muita informação Mas e agora o que é que eu vou fazer eu tenho que sobreviver e não sei ler nem escrever Vou trabalhar no cais para o meu filho estudar quem sabe algum dia conseguir se afirmar Depois de tanto sofrimento vejo que tudo foi em vão pois o negro é mau olhado pela discriminação Ô vejam só a minha terra que eu não tenho mais direito esse tal de Apartheid só aumenta o preconceito Isso que é a liberdade a maneira de dizer eu agora sou escravo de um outro tipo de poder

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.