restaurar

Letra - Vida De Caipira

Arreio de Ouro

Moça eu não quero ir embora Dessas coisas eu não abro mão Você sente saudades da cidade E eu não arredo o pé do meu sertão Moça seu lugar é diferente Tem asfalto, prédio alto e metrô Mais eu ja estou acostumado Com a vida simples de um lavrador Sou amigo das estrelas Falo com a natureza Sobre meu primeiro amor Nela vou plantar o milho Nela vou criar meus filhos Me aceite como sou Ninguem pode mudar um caipira Nem mesmo o amor que sinto por você Porque um caipira na cidade do sertão sente saudade Perde o gosto de viver (BIS) Moça seu lugar é diferente Tem asfalto, prédio alto e metrô Mais eu ja estou acostumado Com a vida simples de um lavrador Sou amigo das estrelas Falo com a natureza Sobre meu primeiro amor Nela vou plantar o milho Nela vou criar meus filhos Me aceite como sou Ninguem pode mudar um caipira Nem mesmo o amor que sinto por você Porque um caipira na cidade do sertão sente saudade Perde o gosto de viver (BIS)

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.