×

Corrigir

Zé Valente

Biá & Dino Franco

Eu quando nasci no mundo vim com o destino marcado
Se encontro um bete fundo, nunca fui derrotado,
Gosto de todas as mulheres, mas não sou homem casado,
Por causa desse meu porte muita moça tem chorado!

Não sei o meu nome certo, nem sei se fui batizado
Me chamam de “Zé Valente”, é que tenho assinado;
Conheço o Brasil a palmo, quase todos os estados,
Eu não tenho rumo certo, viajo pra qualquer lado!

Não tenho amor que me prende, gosto de andar sossegado,
Eu não tenho patrão, eu não gosto de ser mandado
Eu não sei fazer carinho, também não gosto de agrado,
Neste rabo de tatu eu endireito o que está errado!

No meio dos boiadeiros eu sou bem relacionado,
E dos caboclos valentes eu sou muito respeitado,
Por filha de fazendeiro eu até já fui disputado,
Não há mulher que me escape se cair no meu agrado!

Vou deixar meu endereço pra quem estiver interessado
Eu moro neste Brasil, eu tenho o céu por telhado,
Na direita do caminho, se encontrar um rastro ferrado
É sinal que vai ficando deste meu baio encerado!


Veja também



Mais tocadas

Ouvir Biá & Dino Franco Ouvir