restaurar

Daqui Pra Lá, De Lá Pra Cá

Fagner E Zeca Baleiro

Era um pacato cidadão sem documento Não tinha nome profissão não tinha tempo Mas certo dia deu-se um caso E ele embarcou num disco E foi levado pra bem longe Do asterisco em que vivemos Ele partiu e não voltou E não voltou porque não quis Quero dizer ficou por lá Já que por lá se é mais feliz E um espaçograma ele enviou Pra quem quisesse compreender Mas ninguém nunca decifrou O que ele nos mandou dizer Terra mar e ar atenção O futuro é hoje e cabe na palma da mão Para azar de quem não sabe e não crê Que se pode sempre a sorte escolher E enterrar qualquer estrela no chão Viet vista visão viet vista visão Terra mar e ar atenção Fica a morte por medida Fica a vida por prisão

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.