restaurar

Não posso mais ficar aqui sentado, Só te esperando As nádegas doendo e calejadas Estão me machucando Se te chamo de meu bem Não dá! Não te entendo Então vou te xingar! Condenada, condenada Sua condenada! Condenada, condenada Te amo, condenada Ô danada, eu quero só te namorar. Volta, vem viver de novo ao meu lado, estou precisando. Assim eu vou poder dormir sossegado, Com tú me vigiando. Se te chamo de meu bem Não dá! Não te entendo Então vou te xingar! Condenada, condenada Sua condenada! Condenada, condenada Te amo, condenada Ô danada, eu quero só te namorar. Ja gastei minha saliva, ja fiz prosa, ja fiz verso Pra fazer vc voltar! eh Eu então me desespero e te xingo, mas te quero sua... Condenada, condenada Sua condenada! Condenada, condenada Te amo, condenada Ô danada, eu quero só te namorar.

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.