restaurar

Doce Carnaval (candy All)

Gilberto Gil

A primeira vez que pai me trouxe Pra que eu fosse batizado Na religião pagã do carnaval Eu pedi que mãe me desse um doce Pra que o batizado fosse Mais gostoso do que o batizado com sal Eu tive uma febre aquele dia De alegria, de euforia, de prazer de viver E coisa e tal Pai me trouxe, mãe me deu um doce Fosse lá qual fosse o doce Nunca, nunca, nunca mais fiquei normal Nunca, nunca, nunca, nunca, nunca Nunca mais perdi o gôsto do doce de carnaval Nunca, nunca, nunca, nunca, nunca Nunca mais perdi o bloco que desce do Candeal Fui batizado com doce Doce no lugar do sal Papapai cedo me trouxe Pra brincar o carnaval Mamamãe me deu um doce Doce com mel e etcetera Com mel etcetera e tal Ô ô ô Ô ô ô Ô ô ô Do Candeal eu sou Pro carnaval eu vou

comentário Deixe seu comentário

Máximo de 140 caracteres

 

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.