restaurar

Seamisai

Gilberto Gil

Non dire no Che ti conosco e lo so cosa pensi Non dirmi no Os tempos vão Foram-se os tempos e agora te calas Tu já não falas se falo de amor Se tens as malas prontas não finjas Tudo acabou Porquê já não se vê O teu sorriso ao amanhecer Porquê já não sou mais teu bem-querer Seamisai quando tutto finisce Seamisai come un brivido triste Come in un film dalle scene già viste Che se ne va, oh no! Se o amor acaba a ninguém cabe a culpa Se o amor acaba não cabe desculpa Agora aperte as minhas mãos sim Pra que reste um recordar sim Amanhã E non si può Chiudere gli occhi e far finta di niente Come fai tu quando resti con me E non trovi il coraggio di dirmi Che cosa c`è Sarà dentro di me Come una notte d'inverno perché Sarà da oggi in poi senza di te Sei que me amavas e agora é tão tarde Sei que me amavas e agora é saudade No nosso filme o fim será triste Não quero ver óh não! Sabes que é chegada a hora das dores Dores de quando se acabam os amores Agora aperte as minhas mãos sim Pra que reste um recordar sim Amanhã... Não estarás...mais aqui

comentário Deixe seu comentário

Máximo de 140 caracteres

 

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.