restaurar

Compositor:Grupo Disfarce

Te ver e não te querer É improvável, é impossível Te ter e ter que esquecer É insuportável, é dor incrível É como mergulhar num rio e não se molhar É como não morrer de frio no gelo polar É ter o estômago vazio e não almoçar É ver o céu se abrir no estio e não me animar É como esperar o prato e não salivar Sentir apertar o sapato e não descalçar É ver alguém feliz de fato sem alguém pra amar É como procurar no mato estrela do mar É como não sentir calor em Cuiabá Ou como no Arpoador não ver o mar É como não morrer de raiva com a política Ignorar que a tarde vai vadia e mítica É como ver televisão e não dormir Ver um bichano pelo chão e não sorrir É como não provar o néctar de um lindo amor Depois que o coração detecta a mais fina flor

comentário Deixe seu comentário

Máximo de 140 caracteres

 

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.