restaurar

Suborno Passional

João Gil

Subornei um cupido Que me foi recomendado P'ra te mandar uma seta Era o mais apropriado Pedi-lhe que fosse certeiro Para ver se não sofrias Quis ver a cor do dinheiro E não dava garantias Partiu a seta veloz E tocou-te de raspão Ainda ouvi a tua voz Ferida no coração Ao ver que não reagias Passei de mal a pior Já só me via em caxias Por suborno e desamor Abriste os olhos primeiro E disseste-me ao ouvido Não tens cara de enfermeiro Mas tens o meu curativo Fui bandido e cavaleiro Não me sinto nada mal Dei bem empregue o dinheiro Do suborno passional.

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.