restaurar

Renovação Dos Mares

Lailton Araújo

Sou viajante No Brasil da cor da terra Me leva, levam léguas Num sonho aventureiro Vou cavalgando Nos descaminhos desse meu chão Fazendo versos que na canção Afagam mágoas do seresteiro Quando a esperança vai Rodopia, fantasia Alumiando A sombra do homem aberta A voz que a garganta parcela Na renovação desfaz O credo, o tédio, o ódio, a paz É velejando Nessas vagas dos verdes mares Que desencanto os milagres Naturais da multiplicação “Redescobrindo” O universo dos navegantes Profetas, poetas, errantes Na ventania do alvorecer Quando na arrogância cai Arrepia, calmaria Assobiando A força do braço na vela Atroz como barca na pedra Na ressurreição do cais O credo, o tédio, o ódio, a paz

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.