restaurar

Letra - Aquilo Sim, Que Era Vida

Luiz Gonzaga

Álbum: Aquilo Sim Que Vidao

Aquilo sim que era vida Aquilo sim, que vidão Aquilo sim que era vida, seu moço A vida lá do sertão Plantava milho, arroz e feijão Pescava de linha, lá no ribeirão Domingo saía no meu alazão Dançava uma valsa lá no matão lálálálálálálá, aquilo sim, que vidão Aquilo sim que era vida, seu moço A vida lá do sertão De noite eu me sentava bem juntinho ao fogão Rosa trazia o cachimbo, Creuza trazia o tição Com a viola no peito, tirava uma canção De hora em hora tomava um golinho de quentão

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.