restaurar

Letra - Pingo D'agua

Pena Branca e Xavantinho

Compositor:Raul Torres/joao Pacifico

Eu fiz promessa, pra que Deus mandasse chuva Pra crescer a minha roça e vingar a criação Pois veio a seca, e matou meu cafezal Matou todo o meu arroz e secou todo algodão Nessa colheita, meu carro ficou parado Minha boiada carreira, quase morre sem pastar Eu fiz promessa, que o primeiro pingo d'água Eu molhava a flor da santa, que tava em frete do altar Eu esperei, uma semana o mês inteiro A roça tava tão seca, dava pena até de ver Olhava o céu, cada nuvem que passava Eu da santa me alembrava, pra promessa não esquecer Em pouco tempo, a roça ficou viçosa A criação já pastava, floresceu meu cafezar Fui na capela, e levei três pingos d'água Um foi o pingo da chuva, dois caiu do meu olhar

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.