restaurar

Alto Do Maracanã

Pochyua e Cambaçu

Alto do morro, belo lugar Fogo cruzado, vista pro mar Fio, gambiarra, véi do manguzá Moças direitas dentro das casas Devassas de fora e menino danado a danar Alto do morro, alto demais. A cara do povo, povo demais Mas lá no morro ‘inda tem pião Cachorro solto, resto de mata Muita mulata E um medo arretado de assombração. Alto do morro, o mundo é a chã, O mundo é o Alto do Maracanã. Vendo a cidade e tendo vontade de voar Eu já me travesti de lombriga Já vendi a minha amiga, já vendi a minha irmã Vendi o rádio relógio que comprei à prestação Vendi tomate na feira, assaltei carro-de-mão Trabalhei de cobrador de Kombi Faxineiro de metrô E até sei onde se esconde O mais famoso protetor da região Consegui juntar uma graninha Mas só deu pra a galinha de natal (Um agrado pro irmão da boca de fumo Que tô devendo faz um tempão E não consigo pagar nem c'á porra) Alto do morro, quem quer entrar Sobe a ladeira e fica por lá Cria galinha, joga bilhar Bebe cachaça, tomba no largo Perde o diabo do bicho invertido E procura uma mulher que queira apanhar.

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.