restaurar

Dez Poemas Diferentes

Santana, O Cantador

Álbum: Dez Poemas Diferentes

Pra cada lágrima triste que chorei surgiram dez poemas diferentes. Ao pai agradeço as estradas que passei Passei, e se ele quiser vou novamente. Pois quem acredita em Deus, Não tem medo da escuridão Aprende que quem faz o mal só merece perdão. Perdão que é o perfume da flor do abraço, da solidão, sorisso no rosto e a bondade estampada nas mãos. Pra cada mentira que um dia suportei, em mim uma verdade falava docemente. Que o bem não estava nas sobras que eu dei, o pobre é aquele que ajuda indiferente. Pergunte ao seu coração, se fez pensando em receber se a gente pode ser feliz vendo o outro sofrer. Pergunte ao seu coração, se foi certo o passo que deu pois se puder melhorar pense você e eu. O amor é a benção que vem de Deus há quem diga que é só meu, o amor é de quem quiser, quem puder. O amor é a chave de uma razão, que sempre traz solução pra tudo que a gente quer.

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.