restaurar

Vidas Colcheias

Vasos de Barro

Estamos sentados vendo o barco passar Estamos cansados vendo o mundo acabar Tem gente que se deita e não vê que a morte açoita o sul e o norte, o povo cansado de tanto chorar Fingimos os dias, cantamos os sons, Mas há vidas colcheias que logo acabam sem tom O tom deste mundo que carece de paz Que espera de nós o amor que deixamos pra trás O mundo precisa de nós, os homens precisam de Deus Se não levantarmos de onde estamos veremos muito sangue escorrer Cantaremos em meio às ruínas que se construíram enquanto dançávamos, comíamos e bebíamos até não agüentar Pena que muitos estão assim sem rumo, sem metas, sem sonhos e sem fé No rumo da vida muitos pensam estar, o sentido da vida todos querem alcançar Mas como alcançarão se não queremos falar do prazer que é ter vida eterna em Deus e mostrar-lhes o lar? O mundo precisa de nós, os homens precisam de Deus Se nós levantarmos de onde estamos veremos muito suor escorrer Cantaremos na estrada da vida com fé construída enquanto pregarmos, vivermos e anunciarmos o evangelho capaz de transformar nossas vidas em sal dizendo ao mundo que Cristo voltará!

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.