Um Santuário Cheio da Tua Glória

Fernanda Brum

Como posso eu conter Tua presença Se nem mesmo Céus e Terra Te contém? Como pode alguém pequeno como eu Ser a casa de um Deus assim? Que tem todo o infinito por morada Mesmo assim quis um lugar pra se conter E teria eu algum lugar em mim Que receba um Deus assim? Que quando se derrama dentro de mim Faz de mim um vaso a transbordar E Tua presença é meu prazer Senhor Um santuário cheio da Tua glória Que tem todo o infinito por morada Mesmo assim quis um lugar pra se conter E teria eu algum lugar em mim Que receba um Deus assim? Que quando se derrama dentro de mim Faz de mim um vaso a transbordar E Tua presença é meu prazer Senhor Um santuário cheio da Tua glória Que quando se derrama dentro de mim Faz de mim um vaso a transbordar E Tua presença é meu prazer Senhor Um santuário cheio da Tua glória Que quando se derrama dentro de mim Faz de mim um vaso a transbordar E Tua presença é meu prazer Senhor Um santuário cheio da Tua glória

* A letra está errada? Por favor, envie a correção

* Essa letra é repetida ou pertence a outro artista? nos informe