Divisa De Fogo

Flordelis

Deus de fogo, Deus de fogo | Que abriu o mar vermelho Deus de fogo, Deus de fogo | Que não deixa ninguém tocar Em um fio do seu cabelo Deus de fogo, Deus de fogo | Que te chama pelo nome Eu nunca vi um justo mendigar o pão | E a sua descendência passar fome Divisa de fogo, varão de guerra | Ele desceu na terra| Ele chegou pra guerrear É no quartel general de Jeová | Você tem que aprender | Você tem que adorar E uma bola de fogo aqui descerá | Quem tem olhos ungidos, pode contemplar Mas desceu o varão | Resplandecente lá da glória | Glorificado esse é o Deus Que dá vitória | Olho de fogo, sapato de fogo | Olha o renovo Mas desceu Miguel | Arcanjo de guerra lá do céu E Deus abriu o mar vermelho | Pra passar os filhos Seus Não posso esquecer o profeta Elizeu | Elias orou e o fogo desceu Na carruagem de fogo | Arrebatado subiu | Mas desceu o varão... Divisa de fogo... Quando Ele toca, Ele corta | Ele toca, Ele corta | Ele toca, Ele corta Ele toca, Ele corta | Ele toca | O varão hoje vai tocar Deus mandou dos altos céus | Milícias neste lugar | Um exército de Anjos Chegou para guerrear | Ele toca na tua vida | Feitiço vai desmanchar Vai quebrar laço de morte | Hoje o túmulo vai fechar Quando Ele toca... Teu marido bebe cachaça | O zé pilintra Ele vai queimar Se ele tem mulher na rua A pombagira Ele vai pisar | Se seu lar é uma miséria A mulamba Ele vai expulsar Toda casta de demônios | O varão hoje vai cortar | Quando Ele toca

* A letra está errada? Por favor, envie a correção

* Essa letra é repetida ou pertence a outro artista? nos informe