restaurar

Eu Sou Abençoado do Senhor

Léa Mendonça

semeou isaque em tempo de seca e no mesmo ano teve um lucro extraordinário; abriu poços e a água jorrou. seus adversários não tiveram a mesma sorte, o invejaram e lhe fizeram mal. isaque não contendeu com eles, abriu outros poços e a água continuou jorrando. ele sabia que a bênção da prosperidade não estava nos poços que abria, muito menos na terra seca onde semeava, mas na aliança que fizera com o Deus de seu pai abraão. ninguém pode amaldiçoar aquele a quem deus já abençoou." (gn 26:12) Estão de olho na minha herança Estão tentando saquear o meu tesouro Estão querendo entulhar meus poços Estão tentando atrapalhar os meus negócios Parece até que minha alegria incomoda Que meu sucesso fere mais que sua derrota Eu tenho a garantia do meu protetor Ninguém pode amaldiçoar quem deus abençoou Coro é, é, oh! eu sou um abençoado do senhor Querem minha tunica, podem levar Um manto, um anel e um trono deus vai me dar E os meus poços podem entulhar Eu cavo outro, água nunca vai faltar Se me venderem para terras estrangeiras E com calúnia me lançarem nas prisões Deus vai mudar a minha sorte, com certeza Vou prosperar na terra da minha aflição Se saquearem o meu tesouro Prata e ouro em dobro deus vai me restituir Se prepararem uma cilada Cuidado, pois nessa cilada vão cair Se o inimigo atravessar o meu caminho Por sete ele vai ter que desaparecer Eu creio e vivo tudo o que a bíblia ensina Clamando o sangue de Jesus Eu vou passar por cima