restaurar

Chofer De Praça

Luiz Gonzaga

Juntei dinheiro quase um ano inteiro, Entrei pra escola para ser chofer, Dessa maneira, sem fazer besteira, Tirei a carteira, butei meu boné, Bantendo pino sigo o meu destino Caminhando para onde Deus quiser A vida passa, eu vou fazendo a praça Primeira, segunda, pisa em marcha ré Se o freguês reclama que eu sou vagaroso Que meu carro é velho e faz muita fumaça Eu não me zango, não faço arruaça Sou bem educado, Sou chofer de praça, Ai, ai, não nego a minha raça Ai, ai, eu sou chofer de praça Para casamento tenho um terno branco, Para batizado tenho um terno azul, Tiro o boné se vou pra zona norte, Boto o boné se vou pra zona sul, Se apanho um casal, Pros lados do Neblon, Sei que vou parar na gota da impresa, Viro o espelho, não fale, não veja, Vou dá meu cortejo, espero a recompensa -Taxi... -Tá Ocupado. -Táxi! -Oficina! -Doutor, -O senhor não leva a mal doutor, mas pra onde é que o senhor vai hein? -Vou pra Jacaré Paguá. -Tá doido. -O senhor vai pagar a ida e a volta. -Pois não, doutor. -Vamos nós! -Doutor, trabalho a quilometro, tenho oito filho pra sustentar doutor -Vamos nós doutor, o senhor foi madado de Deus, "vamu simbora" -Táxi! -Vou almoçar!

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.