restaurar

Balada De Gisberta

Maria Bethania

Perdi-me do nome, Hoje podes chamar-me de tua, Dancei em palácios, Hoje danço na rua. Vesti-me de sonhos, Hoje visto as bermas da estrada, De que serve voltar Quando se volta p’ró nada. Eu não sei se um Anjo me chama, Eu não sei dos mil homens na cama E o céu não pode esperar. Eu não sei se a noite me leva, Eu não ouço o meu grito na treva, E o fim vem-me buscar. Sambei na avenida, No escuro fui porta-estandarte, Apagaram-se as luzes, É o futuro que parte. Escrevi o desejo, Corações que já esqueci, Com sedas matei E com ferros morri. Eu não sei se um Anjo me chama, Eu não sei dos mil homens na cama E o céu não pode esperar. Eu não sei se a noite me leva, Eu não ouço o meu grito na treva, E o fim vem-me buscar. Trouxe pouco, Levo menos, E a distância até ao fundo é tão pequena, No fundo, é tão pequena, A queda. E o amor é tão longe, O amor é tão longe… (…)

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.