restaurar

Nunca Mais

Abstrato Coletivo

Compositor:Júlio César

A mídia propaga sonhos que não posso comprar Marcas embutidas em mensagem subliminar Unindo o perfeito e completo ao alcance das mãos Selecionado pelas moedas que peguei no chão A cada passo vou de encontro as vitrines Estou cercado por frases que dizem Que a felicidade esta a um minuto de algum lugar E que os sonhos são ilusões fáceis de realizar Nunca mais decida por meu atos Sem entender o que se passa em mim refrão Nunca mais decida por meu atos Sem saber o que é bom pra mim Não creio na desconstrução da imagem que disfarça Nem no poder da mente em estado de pura razão A fonte dos sonhos agora é a semente da desgraça Somos cumplices e culpados por nossa alienação Nunca mais decida por meu atos Sem entender o que se passa em mim refrão Nunca mais decida por meu atos Sem saber o que é bom pra mim Mídia de informação pré-formatada Caça as mentes dentro de nossas casas O censo-critico motivo de inspiração Distorce opiniões de fatos sem explicação Nunca mais decida por meu atos Sem entender o que se passa em mim refrão Nunca mais decida por meu atos Sem saber o que é bom pra mim

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.