restaurar

Amanheço no Bar

Alan e Aladin

Contra a nossa vontade
Separamos nossas vidas
Ela ficou com a casa
Combinamos a minha saída

Voltei a morar com meus pais
A saudade foi aumentando
Tudo ficou mais dificil
Peguei certos vícios que estão me matando

Toda noite ao voltar para casa
Passo onde ela mora para ver se está ali
Se o carro está na garagem
Fico satisfeito já posso dormir

Mas se vejo a casa vazia
Meu Deus que agonia vem me abraçar
Mais aumenta o meu abandono
Eu fico sem sono e amanheço no bar

Mesmo assim separados
É ciúme que tenho demais
Penso milhões de besteiras
Simplesmente porque ela sai

Vivendo como solteiro
Lembrando a separação
É mesmo que ter liberdade
Por dentro das grades de uma prisão

Toda noite ao voltar para casa
Passo onde ela mora para ver se está ali
Se o carro está na garagem
Fico satisfeito já posso dormir

Mas se vejo a casa vazia
Meu Deus que agonia vem me abraçar
Mais aumenta o meu abandono
Eu fico sem sono e amanheço no bar

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.