×

Corrigir

Gigante

Alex e Alex

Muitas vezes eu me sinto fraco.
Muitas vezes fico em pedaços.
Eu dependo só de ti.

Deus, o inimigo me cercou os lados.
O inimigo preparou seus laços.
Tentando me destruir.

Não há batalha que possa perder.
Não há guerra que possa te vencer.
Escudo meu!
Eu não vou temer.

Deus, meu estrategista.
Deus, tu és a saída.
Quando o inimigo vier me cercar,
Eu chamo o teu nome, vem me ajudar!

Deus, o teu nome é forte!
Deus, estremece a morte!
Quando o gigante vem me afrontar,
Tu és minha rocha e eu vou triunfar!

E o gigante tombou (oh, oh, oh, ou).
E o gigante caiu (oh, oh, oh, ou).
E o gigante tombou (oh, oh, oh, ou).
E o gigante caiu (oh, oh, oh, ou).

Não há batalha que possa perder.
Não há guerra que possa te vencer.
Escudo meu!
Eu não vou temer.

Deus, meu estrategista.
Deus, tu és a saída.
Quando o inimigo vier me cercar,
Eu chamo o teu nome, vem me ajudar!

Deus, o teu nome é forte!
Deus, estremece a morte!
Quando o gigante vem me afrontar,
Tu és minha rocha e eu vou triunfar!

E o gigante tombou (oh, oh, oh, ou).
E o gigante caiu (oh, oh, oh, ou).
E o gigante tombou (oh, oh, oh, ou).
E o gigante caiu (oh, oh, oh, ou).

Quem lutará contra o meu Deus?
Quem poderá sair ileso?
Quem subsistirá sua forte mão?
Que quebra o arco e corta a lança,
E faz o inimigo ir ao chão.

E o gigante tombou (oh, oh, oh, ou).
E o gigante caiu (e o gigante caiu) - (oh, oh, oh, ou).
E o gigante tombou (oh, oh, oh, ou).
E o gigante caiu, caiu, caiu, caiu, caiu (oh, oh, oh, ou).


Veja também



Mais tocadas

Ouvir Alex e Alex Ouvir