×

Corrigir

Indentidade

Anderson Freire

Não vou negar quem sou, não há máscara em mim
Desde quando te entreguei meu coração
Não vale a pena te negar em troca de viver
Se morrer por ti, pra mim significa viver

Nada vai interromper minha adoração
Babilônia não habita no meu coração
Nem o fogo vai fazer
A aliança que eu tenho com o senhor se romper

Minha identidade é: Servo do senhor
Dentro da fornalha vou mostrar quem és
Sendo quem eu sou, fiel adorador
Nem a morte vai nos separar, senhor

Sadraque, mesaque e abedenego
Jovens demais pra morrerem cedo
Negaram o pedido de um rei
O decreto era que adorassem a imagem que ele fez
Quem não adorasse seria lançado
Dentro da fornalha ardente de fogo

E foi dessa forma que aconteceu
Mas a verdade é que o rei enlouqueceu
Pois havia um quarto homem e com eles passeava
No meio no fogo, mas o fogo não queimava
O rei reconheceu que não havia outro Deus
E o adorou


Veja também



Mais tocadas

Ouvir Anderson Freire Ouvir