restaurar

Que... Carlos Alberto E que fizeste do amor
Que me juraste
E que fizeste com os beijos
Que te dei
E que desculpa podes dar-me
Se faltaste
Se mataste a esperança
Que sonhei

E que ingrato é o destino
Que me fere
E que absurdo é a razão
Do meu amor
E que tolo é este amor
Que nunca morre
Que prefere perdoar tua traição

E pensar que pra mim
Tu foste a chama e o céu
Minha glória foste tu
Que cheguei a amar-te
Mais que a vida
E hoje matas de tristeza
Meu viver
E a que devo, sem saber
Teu abandono?
E em que rua tua promessa
Se perdeu?
Mas se dizes a verdade eu te perdoo
E espero a recordar-te junto a Deus

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.