×

Corrigir

Que Pena Pai

Carlos Eduardo Taddeo

Quando perguntam do meu pai falo que não era dentista
Cortava cofres particulares na agência da paulista
Falo que você desfalcava cliente vip sem pena
Aqueles que não declaram bens no imposto de renda
Que com grana escreveu a história que não ta no gibi
Foi o anti herói não pensado pela Marvel DC
No reino das mães solteiras não foi outro cuzão
Que engravida e mete marcha pra não pagar pensão

Foi monstro com foto de procurado e recompensa
Que fez o filho ver que o crime não compensa
Se você não desafiasse o estado de glóck na mão
Seria minha voz alertando na porra da ligação
-Salve tio, atividade ai na pista
Tá chegando carga de chá, fica ligeiro com a polícia!
Na troca burlou a LEPE e o diretor
Traficou pra que eu tivesse nível superior

Na matéria apresentaram um bandido periculoso
Pra mim era o retrato de um homem honroso e corajoso
Quantos boy teriam culhão pra pegar na Ingram?
Pra que o filho pudesse ter direito de um amanhã!
Pena que o tiro do investigador não deixou ver minha formatura
Pra ver que valeu cada minuto na viatura
Você não merecia a policia te executando
Merecia um quadro de pai do ano!

Não era X-Man nem homem de ferro
Mas me protegeu das 3. 8. 0
Entre tiros da polícia e tortura no DP
Asfaltou com a própria vida o caminho pra eu vencer

Não era X-Man nem homem de ferro
Mas me protegeu das 3. 8. 0
Entre tiros da polícia e tortura no DP
Asfaltou com a própria vida o caminho pra eu vencer

Eu teria vergonha se você tivesse extorquido dízimo
Obrigado os fiéis ver seu filme, comprar seu livro
Tivesse forjado epidemia pra vender vacina
Inventasse facadas em campanhas políticas
Usasse a tática da obsolência programada
Criando celular com duração até tal data

Foi mais honrado que o governador que se diz família
E fode com cinco minas na putaria
Contraditório sua mão foi algemada
Pela corporação que mata adolescente à paulada
Assinou sua sentença de culpado
Onde vendem alvará de soltura pra apenado endinheirado
O boy que te julga não é melhor que você
Induz o contrabando da sub metralhadoras MGD
Os bi-motores com toneladas de drogas

São abastecidos em suas fazendas de coca
Chamo de sobrevivente quem incendeia a lotérica
Pra chama obrigar a porta blindada ser aberta
Miséria extrema exige extorsões extremas
Anti sequestro rastreando o telefonema
Não tive brinquedo e nem fui pra Disneylândia
Mas tive o maior exemplo de dignidade humana
Que ensinou que pai de verdade protege os filhos
Nem que seja de MTR 600 tiros

Não era X-Man nem homem de ferro
Mas me protegeu das 3. 8. 0
Entre tiros da polícia e tortura no DP
Asfaltou com a própria vida o caminho pra eu vencer

Não era X-Man nem homem de ferro
Mas me protegeu das 3. 8. 0
Entre tiros da polícia e tortura no DP
Asfaltou com a própria vida o caminho pra eu vencer

Devia ter prêmio da revista de economia
Deu destino faluta à verba do rico parasita
Em vez de gastar com sangue de diamante africano
Comprou alimento, mochilas, caderno, panos
Mesmo com uniforme de preso teve decência
Não manipulou eleição, alienou por audiência

Foda se os críticos de internet cê foi nobre pra caralho
Não me mandou pedir esmola de carro em carro
Nunca me deixou chegar perto de droga
Me fez ir pra escola, evitar bebida alcoólica
Você seria bandido se fosse dono da Vale
Mil soterrados com rompimento das suas barragens
Compactuo com a frase de Mário Puzo
Toda riqueza é construída com dinheiro sujo

Quando o burguês arquiteta nossa pobreza abissal
Entram em pânico efeito colateral, natural
Por você rotulado como inimigo do estado
Venci cada aluno preconceituoso abastado
Venci cada maldito professor profissional
Em reprovar por causa da sua classe social
Na minha colação de grau disse o seguinte
Sou diplomado porque meu pai explodiu o caixa com dinamite
E tô jogando chapéu de formatura pro alto
Porque conheci o amor paternal de pistola com pente alongado!

Não era X-Man nem homem de ferro
Mas me protegeu das 3. 8. 0
Entre tiros da polícia e tortura no DP
Asfaltou com a própria vida o caminho pra eu vencer

Não era X-Man nem homem de ferro
Mas me protegeu das 3. 8. 0
Entre tiros da polícia e tortura no DP
Asfaltou com a própria vida o caminho pra eu vencer


Veja também



Mais tocadas

Ouvir Carlos Eduardo Taddeo Ouvir