×
Corrigir

Beatrice

Carlos Walker



Nenhum espanto sinto agora
Onde insone
Percorro o tempo da memória
Hoje onde

Nenhum espanto sinto agora
Onde insone
A tua imagem como um sonho
Vindo longe

Em que ausência que te encontras
Em que jardim a me esperar
Que pedra ou muro em que descansas
Na infância que escorre em meu olhar

Nenhum espanto sinto agora
Onde insone
Percorro o tempo da memória
Hoje onde

Nenhum espanto sinto agora
Onde insone
A tua imagem como um sonho
Vindo longe






Mais tocadas

Ouvir Carlos Walker Ouvir