×

Corrigir

O Pobre e a Rosa

És vaidosa demais
Para a minha pobreza
Tu nascestes em um recinto
De luxo e riqueza
Eu olhei bem o que sou
E achei que não convém
Conquistar tão linda flor
Para ser meu bem
Eu sei que vou sofrer muito
Ao findar nosso romance
Mas não devo querer a rosa
Que não é do meu alcance
Mas não devo querer a rosa
Que não é do meu alcance

Cada pobre em seu lugar
E cada flor em seu jardim
Assim, tudo que é errado
Sempre tem o mesmo fim
Por caminhos diferentes
Segue um pobre e uma flor
Eis que nasce nova história
E morre um grande amor
Eu sei que vou sofrer muito
Ao findar nosso romance
Mas não devo querer a rosa
Que não é do meu alcance
Mas não devo querer a rosa
Que não é do meu alcance


Veja também



Mais tocadas

Ouvir Chitãozinho & Xororó Ouvir