restaurar

Manguetown

Claudia Leitte

Estou enfiado na lama É um bairro sujo Onde os urubus têm casas E eu não tenho asas. Mas estou aqui em minha casa Onde os urubus têm asas Vou pintando, segurando as paredes do mangue do meu quintal Manguetown. Andando por entre os becos Andando em coletivos Ninguém foge ao cheiro sujo Da lama do Manguetown. Andando por entre os becos Andando em coletivos Ninguém foge à vida suja dos dias do Manguetown Esta noite eu sairei. Vou beber com meus amigos E com as asas que os urubus me deram ao dia Eu voarei por toda a periferia Vou sonhando com a mulher. Que talvez eu possa encontrar Ela também vai andar Na lama do meu quintal Manguetown. Fui no mangue catar lixo Pegar caranguejo, conversar com urubu.

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.