×

Corrigir

Batuk

A Império da Tijuca chegou
Vem, da Formiga provar que tem valor
De verde e branco, orgulhosa e feliz
Mostrando ao mundo que o seu samba tem raiz

Batucada que incendeia, amor
Vibra forte, é emoção
Preservada na memória
Dando um toque na história
Cantos e danças, religião
No batique o poder de curar, tem que ter fé
Toca o tambor que o menino já é homem
Pega a viola, chama o povo pra dançar
Maracatu, capoeira, frevo e jongo
A quinzomba é um encontro da cultura popular

É reggae, maxixe, umbigada, maculelê
Bate na palma da mão, eu quero ver
Na ponda do pé faz a massa ferver
Repique, pandeiro, chocalho
Cuíca e xequerê

Sei que a liturgia do meu samba e tradição
Congrega raças, fas a miscigenação
Um misto forte de magia e amor
Vem, que o império do batuk é o meu país
Reune crenças dessa gente tão feliz
A força afro é um exemplo social
A ginga dessa folia, que rege o meu carnaval
Vem da Sinfonia Imperial

Composição: Regina / Laert Inácio / Adilson da Viola / Antônio / Orlando Júnior / Cesar Nascimento


Veja também



Mais tocadas

Ouvir Daniel Silva Ouvir