restaurar

O Mar

Fausto

Compositor:Fausto

E todo o mar se cobriu de infinitas riquezas de anil e sedas e jóias e de odoríferas drogas de si deitava nas praias moscatéis e licores adoçando de sua bravura o mar nas margens adamascadas andam náufragos dispersos mariscando lagostas ostras choupas taínhas e bebem vinhos distintos de singulares aromas se anda ao longo da costa em ofertas o mar E entregou Leonor seus cabelos aos ventos na quietude tão só tão ausente de tudo e mais quieta era a luz no sossego das águas e uma música escorre dos céus devagar E fazem tendas de aduelas de alcatifas majestosas de outras peças de ouro e prata de cambraias e cetins cobertas de colchas vermelhas de rosários de cristal mas mais garrido do que toda aquela praia o mar e fazem velas das camisas e outras de damasco verde as amarras de outros panos de veludo carmesim de um remo fizeram o mastro e a enxárcia de uma linha e tão docemente embala este batel o mar Se todo o mar se cobriu de infinitas riquezas

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.