restaurar

Uma Cantiga De Desemprego

Fausto

Fumo um cigarro deitado no mês de Janeiro fecho a cortina da vida espreguiço em Fevereiro e procuro trabalho nesta esperança de Março já me farta de tanto Abril e aquilo que não faço espreito por um funil a promessa de Maio porque esperar prometido nessa eu já não caio queimo os dias de Junho no sol quente de Julho esfrego as mãos de contente num sorriso de entulho para teu grande desgosto janto contigo em silêncio e lentamente esquecido digo-te adeus em Agosto meu Setembro perdido numa esquina que eu roço e penso em Outubro o menos que posso mas quando sinto a verdade daquilo que cansa nunca houve vontade do tempo de andança sinto força em Novembro juro luta em Dezembro

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.