×

Corrigir

Crepúsculo

Fernando Cesar

Sei por que é a meus braços querida
Que vens cansada da lida
Me procurar
Ilusões amor em rotas distantes
Onde inconstantes são
As ânsias do amor

Tarde agora
Vestindo verdades nuas
Ao meu ouvido insinuas
Que em tuas cinzas há calor
És o outono que em vão esperas
Que a primavera
Faça brotar uma flor



Mais tocadas

Ouvir Fernando Cesar Ouvir