restaurar

Letra - Há Dias Assim

Filipa Azevedo

Há dias assim Que nos deixam sós A alma vazia A mágoa na voz Gastámos as mãos Tanto as apertamos Já não há palavras Foi de tanto as calarmos Há uma canção Que não te cantei Versos por rimar Poemas que nunca inventei Quem nos pôs assim? A vida rasgada Quem te me levou? Roubou-me a alma Mas de ti não sabe nada Há dias assim Não há que esconder Recear palavras Amar ou sofrer Ocultar sentidos Fingir que não há Há dias perdidos Entre cá e lá Há uma canção Que não te cantei Versos por rimar Poemas que nunca inventei Quem nos pôs assim? A vida rasgada Quem te me levou? Roubou-me a alma Mas de ti não sabe nada Sei que um dia saberás Que a vida é uma só Não volta atrás Quem nos pôs assim? A vida rasgada Quem te me levou Roubou-me a alma Mas de ti não sabe nada

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.