restaurar

Na Luz Do Luar

Forró Fulero

Menina o beijo que eu te dei não valeu de nada Estou sozinho em plena madrugada Esperando o dia clarear Eu lembro Você olhando pra mim no primeiro beijo A lua iluminando meu desejo Mas isso não repara a minha dor Quando a noite no infinito se levanta Minha táctil intensidade agora é tanta Na luz do luar pelo caminho eu vejo E sinto a alma desses cosmos em meus dedos Mas hoje, dará pra ver as lágrimas cintilantes E que fazem tremer meus olhos brilhantes Em toda vez que em ti eu chego a pensar Não pense, que com essa sua cara você me engana Pois sei que no fundo você ainda me ama E que não para de pensar em mim Quando a noite no infinito se levanta Minha táctil intensidade agora é tanta Na luz do luar pelo caminho eu vejo E sinto a alma desses cosmos em meus dedos

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.