restaurar

Raros Versos

Franco Levine

Vejo uma janela aberta
Em seu olhar
Pra enxergar o passado
Estrela cadente no ceu
A auxiliar meu luar encantado
Que é mais lindo visto do mar
Esse seu jeito frágil
Diz nau fragil a essa solidão
Nesses meus versos raros
Que eu fiz só pra dizer
Que eu vim aqui
Pra me desculpar
E começar a viver
Tudo cresce em mim
Tudo pede um sim
Nesse mar navego
Em busca de horizonte
Aqui de frente
Onda quebra
Onda leva o meu amor
Onde ela está.

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.