restaurar

Letra - 17 Na Corrente

Gilberto Gil

Macaco não é valente Dança aí 17 na corrente. Uma viagem que fiz pelo Amazonas Num arvoredo eu parei pra descansar Me jogaram uma pedra no lugar Eu olhei, não vi nada ali perto Com distância de 10 ou 12 metros Um guariba surgiu na minha frente Com coragem enfrentei o descontente Venci na luta e a ele eduquei Minha ordem pra ele é uma lei, Dança aí 17 na corrente... Coro: repete refrão. Tendo eu dominado este vivente Hoje ele vive amarrado pelo meio Eu trabalho com ele e não receio Dança aí 17 na corrente. Coro: repete refrão. Ele hoje é bastante educado Fuma, toca e sabe até dançar Já faz pose e tem ginga no andar E conversa comigo por aceno Faz careta e fica se mordendo Se uma loura passar e não falar Ele diz que o dia é de azar E reclama por não estar decente Já não briga e respeita toda gente Dança aí 17 na corrente.

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.