restaurar

As Ayabás

Gilberto Gil

Compositor:Letra: Caetano Veloso ;música: Gilberto Gil

Nenhum outro som no ar Pra que todo mundo ouça Eu agora vou cantar Para todas as moças Eu agora vou bater Para todas as moças Eu agora vou dançar Para todas as moças Para todas ayabás Para todas elas Iansã comanda os ventos E a força dos elementos Na ponta do seu florim É uma menina bonita Quando o céu se precipita Sempre o princípio e o fim Obá Não tem homem que enfrente Obá A guerreira mais valente Obá Não sei se me deixo mudo Obá Numa mão, rédeas, escudo Obá Não sei se canto ou se não Obá A espada na outra mão Obá Não sei se canto ou se calo Obá De pé sobre o seu cavalo Euá, Euá É uma moça cismada que se esconde na mata E não tem medo de nada Euá, Euá Não tem medo de nada O chão, os bichos, as folhas, o céu Euá, Euá Virgem da mata virgem Da mata virgem, dos lábios de mel Oxum Oxum Doce mãe dessa gente morena Oxum Oxum Água dourada, lagoa serena Oxum Oxum Beleza da força da beleza da força da beleza Oxum Oxum

comentário Deixe seu comentário

Máximo de 140 caracteres

 

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.