restaurar

Fé Na Festa

Gilberto Gil

Eu, eu e o sertão Tu, tua emoção Nós, nós e o São João Mais não pode, não Não, mais ligeiro não pode Que o vento sacode, atingimos a velocidade ideal Se esporo mais nossa jega A bichinha escorrega e a légua manda tudo pro matagal Calma que a nossa lambreta Jumenta porreta, já anda espoleta demais São João carneirinho quer devagarinho Mansinho vamos chegar em paz na festa Festa, festa na fé Fé, fé na festa Da brisa fresca da noite Sentimos o acoite, a baforada, aquele coice de ar Próxima curva, segura, Me agarre a cintura que a jeguinha pode até derrapar Anda, motoca jumenta Não fique ciumenta Cê traz no guidom pendurado Um frasquinho de água benta Do santinho amado por nós Nós vamos chegar em paz na festa Festa, festa na fé Fé, fé na festa

comentário Deixe seu comentário

Máximo de 140 caracteres

 

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.