restaurar

Letra - Funk-se Quem Puder

Gilberto Gil

Álbum: Funk-Se Quem Puder

Compositor:Gilberto Gil

Funk-se quem puder É imperativo dançar Sentir o ímpeto Jogar as nádegas Na degustação do ritmo Funk-se quem puder É imperativo tocar Fogo nas vértebras Fogo nos músculos Música em todos os átomos A nossa atlântica e atlética Romântica e poética República da música Conclama os físicos, místicos Bárbaros, pacíficos Índios e caras-pálidas Nossos exércitos, políticos Poder eclesiástico E o comitê do carnaval É hora de salvar a pélvis Soltá-la, libertá-la Agitá-la como o elvis Grande guerreiro e mártir Da nação do rock'n'roll Funk-se quem puder Se é hora da barca virar Não entre em pânico Jogue-se rápido Nade de volta à mãe áfrica Funk-se quem puder Se é tudo que resta a fazer Não perca o ânimo Chegue mais próximo Sambe e roque-role o máximo Na degustação do ritmo Música em todos os átomos Nade de volta à mãe áfrica Sambe e roque-role o máximo

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.