restaurar

Ladainha

Gilberto Gil

Compositor:Letra: Capinan / Música : Gilberto Gil

Festa de morto é ladainha Medo de vivo é solidão Luto por amor e morro De facas no coração Em campos sem travesseiro Estou cercado de inimigo Cada qual mais preparado Intriguento e arruaceiro Chove chuva e aguaceiro Chove chuva e aguaceiro Só sinto frio na alma Estou vazio de sentimento Não sinto água no corpo Nem amor, nem ferimento Chove chuva e aguaceiro Chove chuva e aguaceiro O vivo morreu cercado De muita luta e alegria Seu sorriso agora é nuvem Sua festa, ladainha Seu amor, cama vazia Numa varanda do céu Seu amor, cama vazia Numa varanda do céu

comentário Deixe seu comentário

Máximo de 140 caracteres

 

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.