restaurar

Diga Que Invento

Karen Pasqualoto

Esse tempo que me abraça sem receio Quer a minha companhia pelo avesso É um alarme, um motivo ou quase nada! Um pedaço de história mal contada. Liberdade ainda é só uma palavra A lembrança, um momento que invento, A vontade eu arrasto como um pacto De saber das coisas que ainda escapam Busque em meus olhos as palavras Deixe a voz tremer com sentimento Desnude cicatrizes que ameaçam Depois, diga que invento. Sei que não escolhe hora exata Vai embora, vai embora com o vento Toma, fere, marca e amordaça Tira a paz do meu silêncio Desbota a cor desses desenhos E cala a voz dos meus desejos . E ainda diga que invento.Esse tempo que me abraça sem receio Quer a minha companhia pelo avesso É um alarme, um motivo ou quase nada! Um pedaço de história mal contada. Liberdade ainda é só uma palavra A lembrança, um momento que invento, A vontade eu arrasto como um pacto De saber das coisas que ainda escapam Busque em meus olhos as palavras Deixe a voz tremer com sentimento Desnude cicatrizes que ameaçam Depois, diga que invento. Sei que não escolhe hora exata Vai embora, vai embora com o vento Toma, fere, marca e amordaça Tira a paz do meu silêncio Desbota a cor desses desenhos E cala a voz dos meus desejos . E ainda diga que invento.

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.