restaurar

Era Uma Vez

Kell Smith

Era uma vez, O dia em que todo dia era bom Delicioso gosto e o bom gosto Das nuvens serem feitas de algodão Dava pra ser herói No mesmo dia em que escolhia ser vilão E acabava tudo em lanche, um banho quente E talvez um arranhão Dava pra ver A ingenuidade e a inocência cantando no tom Milhões de mundos e universos tão reais Quanto à nossa imaginação Bastava um colo, um carinho E o remédio era beijo e proteção Tudo voltava a ser novo no outro dia Sem muita preocupação É que a gente quer crescer E quando cresce, quer voltar do início Porque um joelho ralado Dói bem menos que um coração partido É que a gente quer crescer E quando cresce quer voltar do início Porque um joelho ralado Dói bem menos que um coração partido Dá pra viver Mesmo depois de descobrir que o mundo ficou mau É só não permitir que a maldade do mundo Te pareça normal Pra não perder a magia de acreditar Na felicidade real E entender que ela mora no caminho E não no final É que a gente quer crescer E quando cresce quer voltar do início Porque um joelho ralado Dói bem menos que um coração partido É que a gente quer crescer E quando cresce quer voltar do início Porque um joelho ralado Dói bem menos que um coração partido Era uma vez...

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.