×
Corrigir

Blues Acabado

Laranja Oliva

Se é tão belo, por que morre? Por que chega a noite sombria?
É que até mesmo a noite fria tem sua beleza, sua poesia
Me desculpe senhor augusto dos anjos

Tô escrevendo um blues e sei que é sua ala favorita
Por isso escrevo no melhor dos papéis
E como todo bom blues esse também tem ar de ironia
Mas meu amor não sei se nesse você dá nota dez

Me desculpe caso ofenda em uma entrelinha
É sem culpa, eu não fiz por mal
É que te dei flores, beijos, te tratei como rainha
Babe, te fiz todo um carnaval

Então me desculpe se eu não te dou mais atenção
É, eu sei, não é minha cara
Mas agora eu tô nessa de auto-valorização
Te destrato te ignoro e isso me dói tanto
Mas você não me deu outra opção

Sabe aquele dia que eu jurei virar música? Pois é, eu não menti
Só os fatos se inverteram, este lugar tá ocupado
Você não vai poder se sentar aqui

Tô sozinho, tô bebendo e escrevendo mas eu não to chorando, não
Tô muito bem, sou grato por você ter ido embora
Te bajular não é mais a minha obrigação

Ah, eu sei o quão bom é estar apaixonado, mas sei que melhor ainda
É quando se apaixonam por você
E você nem liga, pisa

E como dá prazer mostrar que está no poder
E com essa cara de anjo, me convence que é boa
Que não quer me ver chorando, que o que senti não foi à toa
Ah, não mente, não finge - desculpa - some, desaparece
Voa






Mais tocadas

Ouvir Laranja Oliva Ouvir