×

Corrigir

Caminhada

Numa louca caminhada
Numa curva da uma estrada eu encontrei você
Nossas mãos dedos com dedos
Nossas almas dos segredos sem transparecer.
Nossas bocas dois sorrisos
Nosso sonhos indecisos por querer sonhar
Nossa meta um mundo incerto
Nosso rumo fica perto sem saber ficar.

Novos caminhos, minha esperança
Duas crianças, eu e você;
Novo horizonte buscando a esmo,
Sem sermos nós mesmos eu e você.

Eu busquei no seu sorriso
Tudo aquilo que preciso pra cantar o amor
Colhi flores nas estradas
Pra enfeitar as mãos amadas, com perfume e flor.
Hoje eu tenho as mãos vazias
Por que a minha estrela guia não quis mais ficar
Nossa única verdade
Meu amor, minha saudade vivo a recordar.


Veja também



Mais tocadas

Ouvir Leonardo (gaúcho) Ouvir