×

Corrigir

Retrato do Nosso Amor

Leonardo (gaúcho)

Quando meu bem foi embora
Naquele dia sombrio
Meu mundo perdeu a cor,
Tudo era triste e vazio –
Na hora da despedida
Ela chorou, eu chorei
Seu lencinho acenou na janela do trem
Seu rostinho entre as mãos escondeu
E eu fiquei na estação
Apertando entre as mãos
A cartinha que ela escreveu.

Na carta dizia assim:
“Guarde este meu retratinho
Quando sentires saudade de mim
Beije com todo carinho;
Não é por falta de amor
Que sigo outros caminhos
Se a vida me maltratar
Volto pra ti meu benzinho”!

Hoje, passado dois anos
Ela chegou na estação
Trazia os olhos molhados
Como a pedir-me perdão
Beijei seu lindo rostinho
E ofereci minha mão
Seu cabelo afaguei, nada lhe perguntei
Só o silêncio falava por nós
Muito tempo esperei
Mas por fim escutei
O remorso escutar sua voz.

Ouvi seus lábios dizer
Jamais me afasto daqui –
Quase que acidade rouba de mim
Tudo de bom que aprendi.
Deixa eu chorar em teus braços
Ficar juntinho de ti
Reconstruir nossas vidas
Neste lugar que nasci.


Veja também



Mais tocadas

Ouvir Leonardo (gaúcho) Ouvir